O que está vindo no WordPress 4.8?

O que está vindo no WordPress 4.8?


A nova versao do WordPress… Está chegando o primeiro grande lançamento do WordPress do ano, o  WordPress 4-8, E o que está vindo de novidade para esta nova versão?

A previsão deste lançamento será entre os dias 08 ou 09 de junho e já existe muita conversa na comunidade sobre as melhorias que estão vindo nessa nova versão.

Vamos ver esse novo material em “Ação”e olha que “Ação” é a palavra-chave aqui.

A seguir um olhar através de todos os novos recursos e como eles funcionam.

Widget de Texto Novo e Melhorado

Gostemos ou não, o widget de texto padrão atual no WordPress não é a coisa mais útil para o usuário regular. Ele suporta apenas texto bruto (ou código HTML) e não oferece nenhuma ferramenta de formatação.

O novo widget de texto está configurado para mudar isso com a inclusão do editor visual (quase o mesmo) que estamos acostumados a partir da tela de edição de postagem / página. Da mesma forma, você poderá alternar entre Visual e Text ao editar conteúdo de widget. E, sim, você obtém algumas ferramentas de formatação padrão em ambos os modos.

Eu pessoalmente acredito que isso vai finalmente tornar o widget de texto uma ferramenta útil para o usuário não-desenvolvedor que deseja incluir algum conteúdo personalizado em uma área de widget. Este é um grande passo para colocar o foco no usuário final e suas necessidades!

Uma coisa adicional sobre o novo widget de texto que não foi anunciado, mas que é possível, é que shortcodes agora são executados por padrão no conteúdo do widget. A única coisa que o widget não faz é suportar oEmbed. Talvez algum dia.

Novos widgets de imagem, vídeo e áudio

O widget de texto não é tudo o que está foi alterado no domínio dos recursos básicos do WordPress, por assim dizer. Também estamos recebendo novos widgets de imagem, vídeo e áudio.

Na versão atual do WordPress, a única maneira de colocar uma imagem em uma área de widget é usar algum plugin ou fazê-lo através do widget de texto padrão – o antigo – através de código HTML bruto.

Na verdade, é impressionante que levou-se 33 grandes lançamentos do WordPress para finalmente entregar algo tão aparentemente básico como um widget de imagem. Em geral, este é outro grande passo para tornar a experiência melhor e mais simplificada para os usuários.

Como você pode ver, o novo widget permite que você escolha uma imagem da biblioteca ou faça o upload de uma nova. E uma vez que o botão aciona a biblioteca de mídia do WordPress, isso significa que você também pode inserir a imagem de uma URL.

O mesmo vale para os widgets de áudio e vídeo:

Widgets de áudio

Widgets de video

 Novo “WordPress Eventos e Notícias” widget painel

O widget original do dashboard WordPress News é meio útil, desde que você esteja interessado em notícias no WordPress.org – novos lançamentos, ou o que quer que seja publicado no blog oficial.

O novo widget melhora com a adição de eventos próximos à lista. Para que esse recurso funcione, o WordPress tentará obter sua localização atual (personalizável) e com base nela, você poderá exibir as WordCamps próximas (de acordo com o cronograma), encontros e outros eventos listados via Meetup.com.

Este novo widget substitui o antigo.

Melhoria nos link boundaries

Os link boundaries destinam-se a nos ajudar a navegar – mover o cursor para dentro e para fora – entre elementos como links e texto normal. Esta não é a coisa mais direta para descrever, então vamos apenas vê-lo em ação. Aqui está o que acontece quando você tenta editar algum texto próximo / dentro de um link no WordPress 4.7:

Aqui está o mesmo no WordPress 4.8:

Em geral, considero esta uma melhoria agradável para quem cria um monte de conteúdo no editor do WordPress. Editar os textos âncora de seus links vs o texto em bruto que está ao lado pode ser frustrante, às vezes.

Definir as bases para Gutenberg

Gutenberg é o editor de próxima geração que em breve será introduzido em uma tentativa de tornar a edição de conteúdo do WordPress ainda mais intuitiva para o usuário final.

Agora, o que significa “Definir as bases” realmente eu não sei. 🙂 Só posso assumir que provavelmente tem a ver com a reescrita de algum código para tornar a integração do Gutenberg na interface mais fácil nas futuras versões do WordPress.

Se você quiser experimentar as versões beta mais recentes, a maneira mais fácil de fazer isso é obter um local ou dev WordPress instalar pronto e, em seguida, instalar este plugin:

Uma vez ativado, vá para Ferramentas → Teste Beta e selecione “Bleeding edge nightlies”. Então, vá para o Dashboard → Atualizações e clique no botão principal de atualização do WordPress. Você deve obter a versão beta mais recente.

Lee Araújo é Analista de Sistemas pós graduada em engenharia de Software, entusiasta em novas tecnologias web e Consultora WordPress para Empreendedores Digitais.

Share This:

Exibir chamadas dos Posts Randomicamente através de um widget

Exibir chamadas dos Posts Randomicamente através de um widget

 

Olá pessoal Feliz 2017!!!!

O WordPress Sem Mistério está retomando suas atividades após o período de festas e é muito bom estar por aqui novamente, e hoje vamos falar sobre Exibir Posts Randomicamente através de um widget.

A vantagem disso é que muitas vezes alguns bons posts ficam esquecidos dentro de seu conteúdo uma vez que o WordPress exibe os posts por ordem de data, da mais nova para a mais antiga.

Exibir posts Randomicamente

Existe dois métodos para isso: O primeiro é mais fácil, através de um plugin.

 

Advanced Random Post Widget

De fácil instalação basta procurar pelo nome “Advanced Random Posts Widget” em Plugins no seu painel de controle do WordPress e fazer a instalação. após a instalação basta ativar e fazer a configuração acessando Aparência e depois em Widgets:

Em “General” dê um nome ao seu widget relacionado ao seus posts randômicos que aparecerão ali, e em “Posts” configure conforme a imagem.

Advanced Random Posts é um plugin poderoso com várias opções de customização. É possível selecionar diferentes tipos de posts, mostrar thumbnails, mostrar por categorias e excluir posts que você não deseja que apareça.  Para usuários mais experientes é possivel adicionar customizações antes e depois de formatar HTML e tambémeu próprio CSS.

Método 2: Acrescentando uma função no arquivo functions.php

Neste método vamos adicionar as linhas de código abaixo no arquivo functions.php na última seção do arquivo.

function wpb_rand_posts() {

$args = array(
'post_type' => 'post',
'orderby'   => 'rand',
'posts_per_page' => 5,
);

$the_query = new WP_Query( $args );

if ( $the_query->have_posts() ) {

$string .= '<ul>';
while ( $the_query->have_posts() ) {
	$the_query->the_post();
	$string .= '<li><a href="'. get_permalink() .'">'. get_the_title() .'</a></li>';
	}
	$string .= '</ul>';
	/* Restore original Post Data */
	wp_reset_postdata();
	} else {
 
	$string .= 'no posts found';
	}

	return $string;
	}

	add_shortcode('wpb-random-posts','wpb_rand_posts');
	add_filter('widget-text', 'do_shortcode');

Exemplo do Widget aqui no site wordPress Sem Mistério.

Por se tratar de um plugin leve, eu aconselho a instalação do plugin pois ele tem muito mais recursos para a customização deste Widget.

Não que não seja legal usar por código mas o trabalho torna-se bem maior na hora de uma customização.

É isso pessoal, um ótimo 2017 para vocês vamos nos falando nos demais posts.

Lee Araújo é Analista de Sistemas pós graduada em engenharia de Software, entusiasta em novas tecnologias web e Consultora WordPress para Empreendedores Digitais.

Share This:

Chegou a versão 4.7 do WordPress, cheia de novidades e facilidades

Chegou a versão 4.7 do WordPress, cheia de novidades e facilidades

Olá Amigos!

A equipe do WordPress lançou recentemente a versão 4.7 do WordPress isso é muito bom!

Em homenagem a lendária cantora de Jazz Sarah “Sassy” Vaughan, está disponível para download no site da wordpress.org.

Ele chega com novos recursos vou falar um pouco deles aqui.

O novo tema Twenty Seventeen

Um tema novinho em folha dá vida ao seu site com imagens emersivas  e video previews , foca em sites para negócios e apresenta uma customização de front page com múltiplas sessões. Personalize-o com widgets, navegação. menus sociais, logos, cores customizáveis e muito mais. Ele trabalha bem em qualquer dispositivo e para um grande alcance de usuários.

Seu site, do seu modo

WordPress 4.7 adiciona novos recursos configuráveis para ajudá-lo(a) na configuração inicial do tema, com visualizações on time.

Conteúdo inicial do Tema.

Para te ajudar a dar uma base sólida para construir, temas individuais podem fornecer conteúdo inicial que aparece quando você vai para personalizar seu novo site. Isso pode variar de colocar um widget de informações de negócios no melhor local para fornecer um menu de exemplo com links de ícone social para uma página frontal estática completa com belas imagens. Não se preocupe – nada de novo aparecerá no site ao vivo até que esteja pronto para salvar e publicar sua configuração inicial do tema.

Editar Atalhos

Ícones aparecem para mostrar qual parte do seu site pode ser customizado enquanto mostram a visualização ao vivo.

Clique em um atalho e ele vai direto para edição. Junto com o conteúdo inicial, inicie a personalização de seu site mais rápido do que nunca!

Cabeçalho de Videos

Este recurso dá aquele visual que você precisa para divulgar seus produtos. Um video de fundo como imagem de cabeçalho em movimento. Precisa de alguma inspiração em video? Faça uma pesquisa por sites com cabeçalhos de video para download e utilização.

Um exemplo de um site com Video Header é o site da Airbnb.

Construção de menu mais suave

Alguns menus para sites contêm links para as páginas do site, mas o que acontece quando você ainda não tem páginas? Agora você pode adicionar novas páginas enquanto cria novos menus em vez de deixar o personalizador abandonar suas alterações. Uma vez que você publicou suas alterações, você terá novas páginas prontas para preencher o conteúdo.

Css Personalizável

Às vezes você só precisa de alguns ajustes visuais para tornar seu site perfeito. WordPress 4.7 permite que você adicione um CSS personalizado  e instantaneamente ver como suas alterações afetam seu site. A visualização ao vivo permite que você trabalhe rapidamente sem que as atualizações de página diminuam sua velocidade. E este recurso é muito legal!

Preview de miniaturas de PDF

Gerenciar a sua coleção de documentos é muito fácil com o WordPress 4.7. O upload de PDFs gerará imagens em miniatura para que você possa localizar mais facilmente o arquivo entre todos os seus documentos.

Painel de controle em seu idioma

Só porque seu site está em um idioma não significa que todo mundo ajuda a gerenciá-lo prefere que o idioma do seu administrador. Com o controle de idioma é possível adicionar mais idiomas no seu painel de administrador de conteúdo.  Este controle de idioma aparecerá  nos perfis de usuário.

WP Rest API REST

O WP-API é que funcionava como plug-in, foi incorporado ao WordPress, a ser incorporado em duas etapas no Core, que expõe o conteúdo em uma arquitetura REST dispondo-o em formato JSON, pronto para consumo em outras linguagens/sites/aplicações/aplicativos, este recurso é útil para desenvolvedores de outra linguagens além do PHP poderem desenvolver temas e plug-ins até aplicações mobile. A possibilidade de portar um site inteiro feito em WordPress para outra linguagem pode parecer tentador.

Pois é pessoal estas são algumas novidades da nova versão do WordPress a 4.7, que eu achi bacana colocar aqui, mais informações é possivel obter no site do WordPress, onde eu soube das novidades e compus esta matéria.

Lee Araújo é Analista de Sistemas pós graduada em engenharia de Software, entusiasta em novas tecnologias web e Consultora WordPress para Empreendedores Digitais.

Share This:

O que há de novo no WordPress 4.6

O que há de novo no WordPress 4.6

No último mês de agosto foi lançado mais nova versão do WordPress a 4.6, recebeu o nome de mais um mito do Jazz, dessa vez o CMS foi batizado como WordPress 4.6 Pepper, homenageando Park Frederick “Pepper” Adams III um dos mitos do Jazz.

Quem conhece o WordPress sabe que a plataforma é dinâmica, conta com uma comunidade muito ativa, que busca sempre incrementar o CMS e, ao mesmo tempo simplificá-la. Quando o WordPress 4.5 “Coleman” foi lançado, o WordPress 4.6 já estava em desenvolvimento, a plataforma recebe em média três ou quatro atualizações por ano.

Manter atualizada a versão do WordPress é muito importante seja para acompanhar as tendências da web e incrementar projetos, seja para obter ganhos e vantagens em performance, segurança e entre outros benefícios para seu sistema.

Fique sempre atento e tenha certeza de que temas e plugins são compatíveis com a nova versão 4.6 do WordPress.

Vamos então falar das novidades:

Melhoras no editor

Correções e melhorias foram executadas no editor essas correções focam na experiência de desenvolvedores e gestores de conteúdo.

Os novos recursos que foram implementados ao core da plataforma prometendo ganho de tempo e diminuição do retrabalho.

Recuperação de conteúdo mais confiável.

Desde sua versão 3.6 o WordPress já apresenta a funcionalidade do autosave, o novo é que  este recurso sofreu uma revisão, está mais seguro, ajudando os gestores de conteúdo que sofrem com internet instável ou outros problemas de conexão.

A outra novidade é que o editor do WordPress 4.6 validará automaticamente os links que forem colocados no conteúdo. O usuário de conteúdo serão alertados visualmente caso hajam links quebrados. Isso é um recurso muito legal!

Fontes nativas no Admin

Fontes nativas já integradas ao core já é uma realidade do WordPress 4.6 e uma grande facilidade, pois o novo recurso deixa a instalação WP mais rápida, mais bonita para os usuários e mais fácil de dar suporte.

Em versões anteriores utilizava-se por padrão a fonte Open Sans, agora contamos com a Natively que cobre os principais sistemas operacionais incluindo Android, iOS, Windows e Linux.

WP_Term_Query, uma nova classe

Geralmente o WordPress inclui novas classes em suas atualizações para melhorar a filtragem dos seus elementos, existem classes para posts, usuários, comentários e agora, a WP_Term_Query que, serve para filtrar elementos no banco de dados uma mão na roda para o desenvolvedor.

A API Customizer

Esta API serve para a visualização em tempo REAL das alterações que estão sendo feitas, dando mais flexibilidade nas opções de personalização de todo o site. o live preview permite ao usuário ter acesso ao preview antes de salvar, atualizar ou postar o conteúdo, independentemente se o tema está ativo ou não.

Sua utilização não requer nenhum conhecimento técnico avançado e para usários sem skill de desenvolvimento isso é muito bom.

Integração com a REST API

A REST API não é uma novidade no WordPress, mas sua evolução é muito interessante.

O WordPress recebeu a inclusão de nonces atualizados para respostas autenticadas, nonces são tokens de segurança que ajudam a proteger contra vários tipos de ataques.

A intenção é implementar um novo parâmetro no cabeçalho de retorno, o X-WP-Nonce, estando disponível, os clients que utilizam a autenticação via cookie conseguem pegar um novo nonce e usá-lo para os demais pedidos. Assim, desde que a requisição seja feita em um tempo menor que de 12 horas, a aplicação sempre terá um nonce válido.

Shiny Updates

Shiny Updates era um plugin que foi incorporado e acabou virando uma atualização você observa durante o processo de atualização ou deleção.com ele não é mais preciso o carregamento de uma nova página.

shiny-updates

 

Resource Hints e a melhora na performance

Ressource Hints podem ser usados para auxiliar o navegador no processo de decisão de quais origens ele deve se conectar, e quais recursos deve buscar e pré-processar para melhorar o desempenho da página. O WordPress agora tem uma simples API para registrar e usar dicas de recursos.

HTTP Requests tem novidades

A versão 4.6 recebeu uma repaginada no que refere-se a requisições HTTP.

A biblioteca que substitui a atual, não causará efeitos colaterais pois continua compatível com a interface atual do método wp_remote_request(). O bacana desta nova biblioteca é que ela não possui dependências internas diretamente ligadas ao núcleo do WordPress possui funcionalidades extras como: Suporte padrão, cabeçalhos de requisições case-sensitive requisições HTTP em paralelo, e muito mais dando maior liberdade ao desenvolvedor. Sua utilização será de forma independente em qualquer projeto.

WP_Site_Query e WP_Network_Query

Essas novas queries é  quem usa o recurso multisites, foram criadas duas classes: WP_Site_Query e WP_Network_Query, que resolvem as questões de localizar um determinado conteúdo  em um determinado site em uma determinada rede. Facilitará o trabalho sem interferir na performance e segurança dos usuários. As consultas ficar guardas em cache.

Uma nova classe para WP_Post_Type

Essa classe fornece métodos para lidar com taxonomias, meta boxes, reescrita de regras (rewrite rules) e também hooks.

Cada argumento do tipo post, padrão ou customizado, é agora uma propriedade da nova classe.

Resumidamente, estas são as novidades da  versão 4.6 o WordPress continua robusto e agora com ainda mais facilidades e flexibilidade.

Lee Araújo é Analista de Sistemas pós graduada em engenharia de Software, entusiasta em novas tecnologias web e Consultora WordPress para Empreendedores Digitais.

Share This:

O que há de novo no WordPress 4.4

O que há de novo no WordPress 4.4

A nova versão do WordPress 4.4 foi lançado a pouquíssimo tempo (ainda neste mês de Dezembro), e como esperado, vem com novo tema padrão e algumas outras ótimas características, neste artigo vou falar sobre o que há de novo no WordPress 4.4, e quais recursos você experimentará após atualizar seus websites.

Importante:  É altamente recomendável que você faça backup do site e da base de dados antes de iniciar a atualização.

O que há de novo no WordPress 4.4

Imagens responsivas sem necessidade de configurações

Diversos tipo de dispositivos, resoluções de telas, e tamanho de exibição aumentam a dificuldade de fornecer imagens de melhor qualidade. Usar CSS e outras soluções pode ajustar imagens nos dispositivos móveis, mas você realmente não precisará mais disso.

WordPress 4.4  vem com imagens resposivas sem necessidade de configurações. O WordPress fornecerá automaticamente o tamanho correto da imagem  para o navegador, o dispositivo e tamanho da tela para o usuário.

Isso é feito usando o atributo srcset  na tag img HTML. Ele possibilita o navegador exibir uma imagem com base na capacidade do dispositivo. A partir do momento que ele  funciona sem a necessidade de configurações, você não precisa fazer nada. Ele usa um filtro para adicionar o atributo srcset dinâmicamente.

O WordPress atua em mais de 25% de todos os sites na internet. Usuários que acessam sites WordPress não vão desperdiçar largura de banda no carregamento de imagens muito grandes para sua tela.

Extremamente incorporável

WordPress está usando oEmbed para incorporar vídeos, tweets, atualizações de status e conteúdo de outros sites que suportam o oEmbed.

A partir da versão 4.4, todos os sites WordPress vão se tornar um provedor de oEmbed, . isto significa que os usuários do WordPress, serão capazes de incorporar textos de outros sites WordPress.

Se você não quiser usar esse recurso e, você pode desativá-lo com o plugin chamado:  disble Embeds .

Twenty Sixteen o novo tema padrão

 

Em 2010,  o WordPress 3.0 veio com um novo tema padrão o Twenty Ten. Desde então, a cada ano o WordPress lança um novo tema.

Neste último lançamento de 2015,  o WordPress vem com um novo tema padrão o Twenty Sixteen

É um tema foi desenvolvido com uma abordagem mobile. É totalmente responsivo para todos os tamanhos de tela e dispositivos.

Ele vem com o layout do blog tradicional conteúdo + lateral. No entanto, a barra lateral é opcional, e você pode ter páginas de largura total, se você quiser. Tem esquemas de cor interna, e você também pode usar suas próprias cores para torná-lo exclusivamente seu.

Melhorias

A melhor coisa do WordPress é que ele pode ser facilmente estendido com plugins e tem milhares de temas que você pode usar. O WordPress 4.4 traz algumas  modificações e melhorias excitantes para os desenvolvedores, isto significa que você pode esperar mais recursos e atualizações de seu favorito plugin favorito.

REST API

WordPress 4.4  iniciou a inclusão do  plugin REST API em seu core, isso permitirá aos desenvolvedores WordPress criarem novas APIs ou trabalharem com as existentes em suas próprias aplicações. Autores de plugins também estarão aptos a aproveitarem da REST API adicionando custmizações.

WP_Network para Multisites

Existem muitas melhorias para redes multisite no WordPress 4.4. a mais importante é a introdução da classe de WP_Network  . Ele fornece uma maneira melhor de lidar com multisites e corrige vários bugs.

Metadados de termo de taxonomia

Com WordPress 4.4, termos e taxonomias (como categorias e tags  ou qualquer taxonomia personalizada) podem agora ter metadados associados a eles.

Consultas e comentários foram melhorados com a introdução da classe WP_Comment.

Saída dos formulários foram alterados para exibir a textarea do comentário primeiro e depois o nome, e-mail e endereço de URL.

Estas foram as melhorias da nova versão dando destaque a incorporação de imagens responsivas nativas.

Lee Araújo é Analista de Sistemas pós graduada em engenharia de Software, entusiasta em novas tecnologias web e Consultora WordPress para Empreendedores Digitais.

Share This:

WordPress por onde começar?

WordPress por onde começar?

host-blog

Se você é novo em WordPress e se pergunta: WordPress, por onde começar? Aqui está um roteiro bem simples para os iniciantes nesta fantástica ferramenta que foi desenvolvida para a criação de Blogs, porém com o passar do tempo foi-se aperfeiçoando a ponto de podermos criar também Sites maravilhosos, LandingPages, Hotsites, e o melhor, podendo ser administrado posteriormente pelo cliente.
Também é possível criar seus próprios plug-ins, Widgets e apesar de ter à disposição dos usuários vários Temas (falarei em um próximo artigo sobre os Temas do WordPress) totalmente gratuitos, também é possível criarmos os nossos próprios temas personalizados de acordo com a vontade nossa ou de nosso cliente.

 

WordPress por onde começar…

 

1 –  Leia a Documentação

Eu sempre digo que a documentação de um software é seu mapa da mina. No site oficial do WordPress eles também recomendam o mesmo: “…Antes começar a instalar o WordPress, existem alguns documentos que você precisa ler. O WordPress é um ótimo produto, é fácil de usar, é muito poderoso, mas não é necessariamente o software certo para todos..”
Abaixo os links recomendados pelo site oficial, onde que vale a pena perder um pouco de nosso precioso tempo:

2 – Planeje!

O planejamento apesar de trabalhoso é um ponto importante! Baseados nas informações iniciais também recomendadas pelo site oficial, façamos uma lista das coisas que você precisa, e das coisas que você precisa fazer. Vamos utilizar as seguintes informações, também retiradas do site oficial (eu não resisto faço meus comentários também) e seguindo as melhores práticas:

  • Requerimentos da hospedagem do site  – No site oficial, recomenda-se para o servidor que hospedará o site ter o PHP5.2 ou mais recente, e também deve prover uma base de dados MYSQL 5.0 ou mais recente, (Opcional) Apache módulo mod_rewrite (para habilitar o uso de Links Permanentes em várias configurações, e pelo menos 64MB de memória para o PHP. Geralmente encontramos estas configurações nos atuais servidores de hospedagem do mercado e até nos gratuitos.
  • Usuário e Senha de seu siteÉ bastante importante, definir e  guardar o usuário e senha de seu site, pois ele dará acesso ao painel administrativo do WordPress que é onde tudo acontece. O WordPress por ser flexível, permite a criação de vários usuários onde você pode dar “poderes” administrativos aos usuários ou restringi-los. Eu recomendo sempre que você criar o usuário “admin”, que  é como chamamos o usuário que tem poderes para modificar e alterar tudo no Blog/Site, criar também um segundo usuário com as mesmas permissões para um eventual backup caso haja perda do usuario admin, contudo , existem formas de recuperar o usuário admin em caso de perda de senha (falarei também disto na seção Help-desk).
  • Software de Edição de Texto – Bem, temos hoje várias opções de editores de texto e HTML disponíveis no mercado que nos trazem excelentes resultados neste trabalho. O  link deste item (Software de Edição de Texto), mostra os principais editores que o site oficial selecionou. Eu particularmente prefiro 02 editores gratuitos que deixarei linkado os sites para downloads aqui: o Brackets e o Notepad ++.
  • Um Software de FTP – A importância de um software de FTP é justamente ter acesso aos arquivos do Blog ou Site na hospedagem da mesma forma que acessamos no laptop ou PC. Bem como transmitir ao host, os plugins temas ou o próprio site wordpress que você desenvolverá em localhost, servidor apache instalado no computador localmente (falaremos também sobre instalação em localhost aqui mesmo na seção Iniciantes)
  • Um navegador de sua escolha  O navegador é algo pessoal, contudo muito se fala sobre melhores performances entre os principais navegadores do mercado. Vale lembrar que quando se desenvolve qualquer site seja em HTML5 e CSS3 puro , WordPress, Rails, Django ou qualquer outra plataforma de desenvolvimento web, é muito importante testar o site nos diversos navegadores hoje em evidência, como o Opera, Firefox, Edge, Internet Explorer, Chrome, Safari (plataforma MacOs) entre outros, não nos esquecendo de aplicar a responsividade (portabilidade para plataformas mobile, ou seja seu site/Blogtem de renderizar tanto no PC/Laptop quanto nos tablets ou celulares).

Os documentos seguintes irão ajudá-lo a entender mais sobre como WordPress funciona e como fazer um plano para seu site:

3 – A instalação

Neste instante não focarei em detalhar o processo de instalação pois existem opções de instalação as quais detalharei em outros artigos. Mas seguindo o site oficial do WordPress temos as etapas:

Estas são a melhores práticas recomendadas no site oficial (links) que devem ser observadas antes de iniciar o processo de instalação do WordPress.

4 – Configuração

Terminada a etapa de instalação, respeitando-se as melhores práticas, é hora de fazer o WordPress funcionar como você quer trabalhar. É importante  entender como as mudanças feitas na área de administração do seu Blog/Site podem afetá-lo.

Vejam detalhes do painel de administração neste Link.

Reserve um tempo para explorar o WordPress Codex, que é a documentação oficial onde você encontrará informações de extrema utilidade para você conhecer e aproveitar ao máximo esta ferramenta.  Embora você possa escolher fazer esses passos em qualquer ordem, o site irá lhe causar menos problemas se o fizer na seguinte ordem:

  • Administrando o seu blog
  • Painel > Seu Perfil – definir as suas informações de usuário que você deseja publicar em seu site.
  • Painel > Adicionar Novo – acrescente autores e os usuários que irão utilizar o seu site, se aplicável
  • Painel > Configurações > Geral – defina o nome e outras informações do seu site.
  • Painel > Configurações > Escrita – defina as configurações da sua tela de escrita/edição de posts.
  • Painel > Configurações > Leitura – defina quantos posts você irá mostrar na página inicial, em categorias e suas caracteristicas de listagem de artigos (feed).
  • Painel > Configurações > Discussão – ative ou desative os comentários e defina como lidar com eles.
  • Painel > Posts > Categorias – adicione algumas categorias a partir de sua lista de categorias.
  • Painel > Posts > Adicionar Novo – depois de ter escrito alguns posts, é aqui que você vai editá-los ou apagá-los.
  • Painel > Aparência> Temas – talvez você queira mudar o visual do site?
  • Painel > Páginas > Páginas – adicionar uma ou duas páginas, como “Sobre” ou “Fale conosco”.
  • Escrevendo Postagens – passo-a-passo com instruções sobre como escrever postagens.

Dentro das configurações você também pode adicionar plugins que  são “add-ons” que dão mais capacidades, escolhas e opções para seu Blog, servem para personalizar os resultados e as informações de seu site, para saber mais sobre plugins temos  estes artigos do site oficial do WordPress:

Falarei de cada recurso do WordPress separadamente,  este post é para dar uma visão geral da aplicação. Ainda que seja simples e fácil a utilização do WordPress o que fez a plataforma tornar-se tão popular, existe a possibilidade de ocorrer coisas que nos confundam ou funcionarem de forma indesejável, mas para ajudá-lo temos uma comunidade forte e atuante mundialmente, abaixo o link da comunidade no Brasil:

Lee Araújo é Analista de Sistemas pós graduada em engenharia de Software, entusiasta em novas tecnologias web e Consultora WordPress para Empreendedores Digitais.

Share This:

Receba gratuitamente e-mails com dicas e tutoriais do WordPress Sem Mistério.
Você receberá e-mails informando as atualizações do blog e semanalmente dicas e novidades sobre WordPress.
Temos 100% de respeito pela sua privacidade. Não fazemos Spam.